Venha você também participar esse maravilhoso encontro que vai acontecer no dia 16/06, na Igreja do Nazareno em Sonho Meu, contamos com sua presença!
Mais informações deixe um comentario no facebook: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=299959313429024&set=a.247865985305024.57259.100002448732106&type=1&ref=notif&notif_t=like&theater
Que Deus os abençoe!

Fale com quem sabe de tudo

              -Eu gosto muito de ler horóscopo. Tem algum problema?
              -É pecado consultar cartomantes e videntes?
              -É errado basear minhas atitudes em livros de autoajuda?
Quando nos deparamos com algum problema, alguma dúvida ou ansiedade, a quem devemos consultar em busca de respostas? Às vezes, a aflição, a incerteza, o temos e a precipitação nos levam a esquecer que Deus está ali, ao nosso lado, ansioso e preparado para nos ajudar. Nossos familiares e amigos também podem fazê-lo, as até certo ponto. Os psicólogos realmente podem no das muitas orientações, mas param por aí. O que nunca podemos esquecer é que existe um Deus Todo-Poderoso, que não se afasta um passo de nós, e que, por ser onisciente- isto é, ele sabe de tudo !-, tem sempre a resposta exata para nos dar. Acho que agora você já descobriu qual é a resposta para as pergunta acima, não é? Nós sempre devemos consultar a Deus antes de familiares, amigos, terapeutas. Horóscopo, cartomantes, videntes? DISPENSE!

Goste mais de você mesma

Certa vez, atendi uma garota que tinha deixado levar pela pressão do seu grupo na escola. Influenciada por suas amigas, acostumadas a ficar com um rapaz um dia, no dia seguinte com outro e assim por diante, ela cedeu à pressão porque não queria ficar para trás. Quando um rapaz a escolheu, ela se sentiu lisonjeada, com sua estima em alta. Mas logo ficou claro que o que ele queria mesmo era ter relações sexuais com ela e nada mais. mesmo assim, ela foi em frente para não perdê-lo e não ser acusada de puritana. Quando me procurou para aconselhamento, ela estava desiludida, envergonhada e muito triste: "Sabe o que mais dói nisso tudo?" - ela me disse. "Eu perdi a virgindade com um garoto que no dia seguinte que tivemos relações sexuais, eu o encontrei na escola e ele nem lembrava mais qual era meu nome."
Você não é um objeto sexual. Você é um ser humano especial que merece ser tratado com respeito. Em algum lugar, há uma pessoa esperando para valorizá-la como você tem o direito de ser valorizada; aguém que fará você se sentir bem em relação a si mesma. Alguém que despertará em seu coração o desejo de declarar: " Eu sou especial!"
                                                                                                                            Jaime Kemp
Vale a pena se guardar pessoal!

Porque Jesus subiu para o céu, em vez de ficar aqui na terra?

Jesus é o filho de Deus, e o seu lar é no céu. Ele deixara seu pai (e seu lar) para se tornar um ser humano e viver na terra. Então é natural que Jesus deixasse a terra e voltasse para casa. Ele foi também preparar um lugar para nós. Depois que Jesus partiu, Ele enviou o Espírito Santo para estar conosco e nos ajudar. Além disso, estando na terra, Jesus não poderia estar em mais de um lugar cada vez. O Espírito Santo pode. O Espírito Santo pode estar em toda parte porque vive dentro das pessoas que confiarem em Cristo para salvá-las. O Espírito Santo pode estar com você, e dentro de você, onde você estiver.





Se não houvesse os tempos ruins, de onde nasceria a força? De onde nasceria a fé? De onde nasceria a cura e os milagres? Não encare as lutas que você passa como oportunidades de chorar, como conspiração para você desistir, porque é nas lutas que os que não desistem vêem Deus.
"O evangelho se resume em um mendigo dizendo a outro mendigo onde está a comida."


Crentes solteiros transam tanto quanto não crentes!


Como diria Marcelo Tas: "Sim, sim, salabim"! É verdade! A revista evangélica americana Relevant divulgou uma reportagem apontando que muitos evangélicos solteiros mantêm relações sexuais antes do casamento com a mesma frequência que os jovens não-cristãos. Com o título de “(Quase) Todo mundo está esperando” o texto cita vários estudos que analisam a atividade sexual dos jovens evangélicos dos Estados Unidos. Um deles chama a atenção ao mostrar que 80% dos solteiros evangélicos entre 18 e 29 anos afirmaram que já tiveram relações sexuais. Quase o mesmo percentual que os 88% de solteiros adultos não evangélicos. A matéria diz ainda que as possíveis respostas para que os solteiros cristãos desistam de esperar até o casamento pode ser a cultura popular, a prevalência da pornografia e a popular filosofia de vida “faça tudo o que lhe fizer bem”. No Brasil os números são parecidos: A segunda etapa da pesquisa realizada no Brasil pelo BEPEC – Bureau de Pesquisa e Estatística Cristã chamada de “O Crente e o Sexo” mostrou que entre os jovens brasileiros também não estão muito envolvidos nas campanhas que pregam sexo só depois do casamento. O estudo recebeu 6.721 respostas de evangélicos solteiros de diversas denominações e concluiu que 66,13% deles já praticaram sexo. O número é menor quando separado por idade, entre os evangélicos com idade entre 16 e 24 apenas 40,25% já praticaram sexo. Interessante notar que nesta pesquisa, 54,57% afirmam que a prática sexual ocorreu depois da conversão e 45,43% responderam que não eram mais virgens quando se tornaram evangélicos. De acordo com essa pesquisa, 64,58% continuaram a manter relações sexuais mesmo depois da conversão. 
Bem safadinhos esses crentes hem!?
Caverna do Rock: Igreja evangélica para roqueiros. Localizada na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, a Igreja Caverna do Rock tem atraído vários jovens e chamado a atenção da mídia local. Tanto que nesta segunda-feira, 3, o ministério foi destaque no programa MGTV da rede Globo de Minas. O ministério começou há nove anos e é comandado pelo pastor Simion, cabeludo e tatuado o líder do ministério se parece com o público que frequenta seus cultos. Outro diferencial dessa igreja é que os louvores são tocados no ritmo que atrai os roqueiros da cidade que pulam e dançam antes de receberem a palavra. “A sensação que a gente tem é de liberdade. Liberdade para a gente estar adorando a Deus com tudo que a gente tem, com nosso corpo, com nosso coração e com nossa música”, disse a estudante Ísis de Oliveira Silva na reportagem. O ministério atrai até mesmo aqueles que não acreditavam em Deus, como foi o caso do músico Josué dos Santos. “Eu não acreditava em Deus e foi através da Palavra que houve uma modificação, comecei a praticar a oração e trazer mais a galera para cá e acabar com essa coisa de violência,” testemunha.
Você faz parte do grupo de pessoas que se enquadram nos 3 S's?
Salvo, Satisfeito e Sentado.

Muitas pessoas tem se dedicado a não fazer nada! Parece até estranho, mas é verdade. O que se espera de um discípulo de Jesus? Se espera que siga o exemplo que Jesus deixou. Quando olhamos para Jesus vemos que Ele tinha uma vida movimentada. Ele derramava o seu suor em prol do reino de Deus e do próximo.Será que os discípulos de Jesus não deveriam fazer o mesmo?

Levante-se, saia do banco e faça alguma coisa!

Conheça o trabalho de um grupo que baseia suas vidas em outros 3 S's: Sopa, sabão e salvação. 

Missão Vida

Igreja lança campanha para que os membros façam tatuagens cristãs. Em diversas culturas do mundo, tatuagens com temas religiosos são bastante comuns. Para algumas tribos é um elemento essencial para definir a identidade individual ou coletiva. O mesmo ocorre entre prisioneiros e mafiosos de alguns países. Para os cristãos o assunto é controverso. Há ainda um debate, muitas vezes cultural e geracional, sobre se os cristãos podem ou não fazer tatuagens. Alguns entendem que é uma forma de usar o corpo como ferramenta de evangelismo. Outos lembram passagens do Antigo Testamento que condenariam tal prática. O pastor Chris Seay, da Comunidade Ecclesia, em Houston, Texas, decidiu fazer uma “campanha” durante a Quaresma, pedindo que os membros de sua congregação façam tatuagens ilustrando de algum modo a vida e a crucificação Jesus. Seay é filho e neto de pastores. Pós-graduado em Teologia pela Universidade Batista Baylor é autor de sete livros, entre eles The Gospel According to Tony Soprano, The Gospel Reloaded, and The Last Eyewitness. Ele também é um preletor internacional, sendo apontado como um dos novos líderes do movimento conhecido como “Igreja Emergente”. Ele acredita que metade dos membros da comunidade Ecclesia têm uma tatuagem. De acordo com o Pew Research Center, desenhar sobre o corpo é algo mais popular do que nunca entre os jovens. Cerca de 40% dos americanos com menos de 30 anos carregam uma. “Há definitivamente algumas passagens do Velho Testamento que têm algo a dizer sobre (tatuagem), mas não acho que elas dizem respeito à vida conteporânea”, disse Seay. ”Se achássemos que as Escrituras as proibiam, não estaríamos fazendo isso.” Ele chamou o tatuador e artista plástico Scott Erickson, para criar, inicialmente, 10 desenhos que representassem as “Estações da Cruz”. Ao mesmo tempo, anunciou que procurava 10 pessoas que desejassem fazer essas tatuagens. A ideia atraiu mais de 50 voluntários e todos foram tatuados com um desenho personalizado de Erickson. Sem fazer cruzes ou imagens do rosto de Cristo, alguns optaram por fazer desenhos tribais, de pássaros, flores e frases curtas. “Eu acho a cruz totalmente importante, mas como um símbolo ela não inspira mais as pessoas. Tornou-se algo decorativo”, explica Erickson. Por isso, ele incorporou símbolos cristãos mais sutis, como o pintassilgo, que tradicionalmente representa Cristo na Paixão e escreveu algumas frases em latim. “O protestantismo tem uma cultura visual muito pouco desenvolvida”, acredita o artista. ”As Estações da Cruz, mostram uma história muito intensa. Não há espaço para os cordeiros fofinhos e cores brilhantes.” Wayne Brown, um dos membros da Ecclesia, participou da iniciativa e disse: “Em Houston faz sentido representar [a história de Jesus] visualmente”, que agora carrega no corpo o desenho de uma mão espalmada e a frases “Nós fomos curados”. Sua tatuagem representa a chamada “sétima estação”, quando Jesus é pregado na cruz.

O que significa 12 tribos de israel?

Em toda a Bíblia ouvimos muito falar a respeito das 12 tribos de Israel. Mas quem são essas tribos? De onde elas surgiram? O que elas representam na Bíblia? A origem das 12 tribos de Israel está descrita em Gênesis 29 , 30 e 35. 16-22. Ali vemos descritos os nascimentos dos 12 filhos de Jacó que também tinha o nome de Israel. Esses doze filhos foram: Rubén, Simeão, Levi, Judá, Dã, Naftali, Gade, Asser, Issacar, Zebulom, José e Benjamim. Mas esses 12 nomes ainda não correspondem exatamente às 12 tribos de Israel. Mais tarde, depois da fuga do povo de Israel do Egito, Deus define que a tribo de Levi seria uma tribo separada para servi-lo (principalmente como sacerdotes e em ministérios diversos no culto a Deus), e que não teria um território específico na terra prometida. No lugar dela e no lugar de José, assumem o posto de tribos de Israel Manassés e Efraim. A partir daí, o povo de Israel é organizado em 12 tribos (povos), sendo: (1)Rubén, (2)Simeão, (3)Judá, (4)Dã, (5)Naftali, (6)Gade, (7)Asser, (8)Issacar, (9)Zebulom, (10)Manassés, (11)Efraim e (12)Benjamim. Dentro dessa organização as pessoas da tribo de Judá vivem entre seus irmãos, cumprindo as ordens de Deus de serem separados para o ministério do Senhor. Então não são contados entre as 12 tribos. E é baseado nessas 12 tribos que todo o território da terra prometida é dividido (essa história está no livro de Josué. Veja mapa abaixo). Mais tarde, já no livro dos Reis, temos a história de como essas 12 tribos se uniram sob uma monarquia, onde reinaram Saul, Davi, Salomão. Após a morte de Salomão, as 12 tribos se dividiram e formaram dois reinos: Reino do Sul (Judá e Benjamim), que teve como capital Jerusalém. E reino do Norte: (as outras 10 tribos). Que teve como capital Samaria. Cada um desses reinos tinha o seu próprio rei. Após essa divisão nunca mais ouve uma unificação das 12 tribos de Israel. Os dois reinos (Do Norte e do Sul) sempre tiveram problemas de inimizade. De  forma resumida seria essa a história a respeito das 12 tribos de Israel





Eu não defraudarei no meu namoro...



I Tessalonicenses 4.3-8


A palavra "defraudar" significa excitar ou despertar desejos sexuais em outra pessoa, que não possam ser satisfeitos dentro da vontade de Deus, que é o casamento. Para ajudá-lo a agradar a Deus no seu relacionamento físico no namoro e noivado, faça as seguintes perguntas:



  • Até onde eu iria no relacionamento com a minha namorada se Cristo estivesse sentado ao meu lado? (De fato Ele está!) 
  • Pense em alguém que você realmente respeita e ama e pergunte-se: "O que ele pensaria do meu comportamento físico no namoro?" 
  • Se vier a terminar meu namoro, será que ainda poderei olhar no rosto dela(e) e manter uma amizade cristã sem constrangimento? 
  • Cada vez que estamos juntos, torna-se mais difícil controlar as carícias? Temos que mergulhar mais fundo no pecado para satisfazer nossas necessidades sexuais? 
  • Será que através do meu envolvimento físico não estou enganando minha (meu) namorada (o), levando-a (o) a pensar que nosso relacionamento é mais sério do que na verdade é?

Eu não defraudarei no meu namoro (Há autocontrole?)


"Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura."
 (Marcos 16.15)


"Muitas vezes não observamos, mas em ambientes onde passamos todos os dias existem pessoas cativas ao pecado, pessoas que vivem em angústia e precisam ouvir uma palavra de amor, de um amor verdadeiro, que foi provado ali naquela cruz, peça a Deus sabedoria e auxilio do Espírito Santo, porque oportunidades Ele te dar todos os dias, mas somos nós que não a agarramos. Seja você, e que eu seja também um verdadeiro espelho de Cristo e reflita o seu amor por onde quer que passares,  porque Deus não deixou a tarefa de falar do seu amor para alguns, mas sim para todos."

Joice Kelly

Virgindade ontem, hoje e amanhã

Como o próprio Deus nos diz, tudo tem o seu tempo determinado debaixo do céu. Como por exemplo, o ciclo da vida, que consiste em ser gerado, nascer, crescer, reproduzir, envelhecer e morrer, ninguém reproduz com três anos de idade, porque ainda não é o tempo de reprodução. Também podemos tomar como exemplo o ciclo estudantil, que é, ensino primário, fundamental, médio, graduação, pós graduação, mestrado, doutorado e PHD, ninguém pode ser graduado se não tiver o ensino fundamental. Assim é a nossa vida perante a Deus, Ele tem um tempo determinado para toda a nossa vida, porém, Ele nos agraciou com o livre arbítrio, ou seja, Ele nos deu o poder de decidir sobre nossa vida.Mas infelizmente, principalmente os jovens têm atropelado esse tempo, e o diabo coloca uma ansiedade desenfreada na vida deles, que esta só passa com a realização de certa atitude contrária a vontade de Deus, como por exemplo, a perda da virgindade, isso é uma das coisas mais fortes que o diabo usa para fazer com que o jovem peque e que seja atropelado o tempo determinado por Deus. Paulo, sabendo disso, nos escreve que seja bom que o homem viva só, porém, se não conseguir, que se case e tenha apenas uma mulher, e que estejam ambos virgens, se preparando e aguardando purificados apenas para uma pessoa. E quando o inimigo consegue roubar isso de nós, é muito triste, pois não respeitamos o tempo de Deus, e uma vez que isso aconteceu, é como a pedra que foi atirada, ou como a palavra proferida, não tem volta. Deus perdoa, temos a pureza de Deus em nossa vida novamente, porém, não seremos puros como determina a palavra de Deus. E através deste pecado, pode vir conseqüências além da perda da pureza, existe a possibilidade real de gravidez indesejada, sem planejamento, sem ser no tempo determinado por Deus, e a pior de todas as conseqüências em minha opinião, a DST, como por exemplo, a AIDS. Imagine você jovem, entre 15 e 20 anos, com toda a vida pela frente, com sonhos a realizar, devido a uma noite, onde não seguiu o conselho de Deus, onde não resistiu a carne, onde cedeu a pressão do namorado com medo de perdê-lo, se entrega a relação sexual, e em decorrência disso, você adquire o vírus da AIDS. Tente ver como sua vida será se isso acontecer. Deus não quer isso para nós, mas como eu disse no início, Deus nos deu o livre arbítrio.
Então, você que ainda é virgem, seja homem ou mulher, que se mantenha assim, pois isso agrada a Deus, e Ele concede os desejos do seu coração se O agradar. Deixe o tempo de Deus guiar a sua vida, se entregue puro (a) a (o) seu marido ou esposa. Respeite o tempo de Deus. Um velho ditado, diz que existem três tipos de pessoas: as burras, as inteligentes e as sábias. As burras erram, e permanecem a errar; as inteligentes erram e aprendem a lição e não erram mais; e existe as sábias, que vêem outras pessoas errar e não tomam a mesma atitude. 

Pr. Joseizo Laurentino

Os 10 Mandamentos do Namoro

 Namoro é uma fase muito bonita. É definida como o ato de galantear, cortejar, procurar inspirar amor a alguém. O namoro cristão, tenha a idade que tiver, deve ser uma convivência afetiva preliminar que amadurece e prepara o casal para o compromisso mais profundo. O contrário disso, longe dos princípios de Deus, pode resultar em uma experiência nociva e traumática. Observe alguns princípios que ajudam a manter o seu namoro dentro do ponto de vista de Deus.

1. Não namore por lazer: namoro não é passatempo e o cristão consciente deve encarar o namoro como uma etapa importante e básica para um relacionamento duradouro e feliz. Casamentos sólidos decorrem de namoros bem ajustados.

2. Não se prenda em um jugo desigual (II Co 6:14-18): iniciar um namoro com alguém que não tem temor a Deus e não é uma nova criatura pode resultar em um casamento equivocado. E atenção: mesmo pessoas que freqüentam igrejas evangélicas podem não ser verdadeiros convertidos ou não levarem o relacionamento com Deus a sério.

3. Imponha limites no relacionamento: o namoro moderno, segundo o ponto de vista dos incrédulos, está deformado e nele intimidade sexual ou práticas que levam a uma intimidade cada vez maior são normais, mas o namoro do cristão não deve ser assim, o que nos leva ao próximo mandamento.

4
. Diga não ao sexo: Deus criou o sexo para ser praticado entre duas pessoas que se amam e têm entre si um compromisso permanente. É uma bênção para ser desfrutada plenamente dentro do casamento; fora dele é impureza.

5. Promova o diálogo e a comunicação: conversar é essencial, estabeleça uma comunicação constante, franca e direta e não evite conversar sobre qualquer assunto.

6. Cultive o romantismo: a convivência a dois deve ser marcada por gentileza, cordialidade e romantismo. Isso não é cafona, nem é coisa do passado e traz brilho ao relacionamento.

7. Mantenha a dignidade e o respeito: o namoro equilibrado tem um tratamento recíproco de dignidade, respeito e valorização. O respeito é imprescindível para um compromisso respeitoso e duradouro. Desrespeito é falta de amor.

8. Pratique a fidelidade: infidelidade no namoro leva à infidelidade no casamento. Fidelidade é elemento imprescindível em qualquer tipo de relacionamento coerente à vontade de Deus, que abomina a leviandade.

9. Assuma publicamente seu relacionamento: uma pessoa madura e coerente com a vontade de Deus não precisa e nem deve lutar contra seus sentimentos ou escondê-los.

10. Forme um triângulo amoroso: namoro realmente cristão só é bom a três: o casal e Deus. Ele deve ser o centro e o objetivo do namoro.

Deixe Deus orientar e consolidar seu namoro. Viva integralmente as bênçãos que Deus tem para você através do namoro. E seja feliz.



Pr. Joseizo Laurentino

Graça? Estilo? Modernismo? O que você acha?

Igreja de metaleiros reúne jovens de cultura urbana.....a igreja evangélica Pantokrator, de Bogotá, até a oração do Pai Nosso é cantada no ritmo de rock metaleiro. É sábado. São as 17h55 e começam a chegar os fiéis: jovens com o cabelo comprido, vestidos de preto, com acessórios pontudos de metal, tatuagens e botas de couro. O culto começa dentro de cinco minutos. "Lá em cima há uma festa de loucos", contam os vizinhos do templo ao contemplarem a entrada de três "cabeludos", como são denominados de modo depreciativo os que usam cabelo comprido sem lavar, barba e aparência descuidada. O templo é escuro por dentro e ocupa o segundo piso de uma casa de esquina. No interior, em caligrafia confusa e letras vermelhas dá para ler o nome da igreja – Pantokrator, que, do grego, significa “Deus Todo-Poderoso”. No teto, uma cruz gigante. "Boa tarde, irmãos...", saúda Cristian González, 31 anos, um jovem que parece ser qualquer coisa, menos o pastor. A Pantokrator foi fundada em 2003, dirigida para jovens de cultura urbana. Ela tem por propósito “pregar o amor e a misericórdia do Senhor por meio do Evangelho de Jesus Cristo a pessoas que não tiveram a possibilidade de acercar-se de Deus", explica o pastor. Cerca de 100 pessoas participam do culto, sentadas em cadeiras de madeira e de plástico que habitam o salão. Outras 20 estão de pé, a maioria metaleiros. A exceção talvez seja Benedito de León, um senhor de 67 anos, que aprecia a música roqueira que certamente perturbaria qualquer outra pessoa acima dos 60. "Esses hinos são para Deus, Ele merece tudo isso", diz. Carlos González participa do culto da Pantokrator pela primeira vez. "Aqui escuto música que me agrada, oramos num ambiente sadio. Em outra igreja diriam que seria satânico" afirma. A comunidade de metaleiros conseguiu que pessoas dependente e alcoólicas superassem suas dependências. Elas se transformam em boas colaboradoras da igreja, explica um frequentador. A ideia de Pantokrator é que todos se sintam como em casa, comenta a mulher do pastor, Adriana Ardilar Uma jovem com saia comprida, delineador nos olhos sobe o altar e inicia a primeira reflexão da noite sobre o perdão a Maria Madalena. "Irmãos, abram espaço para adorar Cristo Senhor", pede o vocalista do coro, Fernando López. Começa o louvor acompanhado por música, comandada pelo pastor na bateria, mais duas guitarras, enquanto os fieis se movem e cantam “massacre, massacre, massacre a Belzebu”. "Existem muitos preconceitos sobre a nossa comunidade. Efésio 5,19 diz: ‘Animem-se uns a outros com salmos, hinos e canções espirituais. Cantem e louvem ao Senhor com o coração", explica o pastor. E é isso que a Pantokrator faz. Às 20h termina o culto.

Há Sempre Alguém...





Há pessoas caladas
que precisam de alguém
para conversar.

Há pessoas tristes
que precisam de alguém
que as conforte.

Há pessoas tímidas
que precisam de alguém
que as ajude vencer a timidez.

Há pessoas sozinhas
que precisam de alguém
para brincar.

Há pessoas com medo
que precisam de alguém
para lhes dar a mão.

Há pessoas fortes
que precisam de alguém
que as faça pensar na melhor
maneira de usarem a sua força.

Há pessoas habilidosas
que precisam de alguém
para ajudar a descobrir a melhor maneira
de usarem a sua habilidade.

Há pessoas que julgam
que não sabem fazer nada
e precisam de alguém
que as ajude a descobrir
o quanto sabem fazer.

Há pessoas apressadas
que precisam de alguém
para lhes mostrar
tudo o que não tem tempo para ver.

Há pessoas impulsivas
que precisam de alguém
que as ajude a não magoar os outros.

Há pessoas que se sentem de fora
e precisam de alguém
que lhes mostre
o caminho de entrada.

Há pessoas que dizem
que não servem para nada
e precisam de alguém
que as ajude a descobrir
como são importantes.

Precisam de alguém
Talvez de ti ...



Pr. Joseizo Laurentino

Enchente Gospel, coisas de crente gospel!




Desde quando se inventou que música cristã é gospel, a música nas igrejas desceram ladeira abaixo. Primeiro porque se você indagar a maioria dos líderes de louvor o que quer dizer "música gospel" ele irá titubear em responder, mas logo se lembrará da MK, Line Redords, Som livre. Na verdade a verdadeira música gospel quer dizer “música espiritual”, oriunda dos negros americanos que cantavam espontaneamente em forma de côro. Atrelada a uma lógica de mercado, a música gospel (de cá) adora os chavões fáceis de cantar e frases simples de pegar, tipo:


- Meu amado


- Quero te abraçar, Abraça-me Senhor

- Deitar no teu colo

- Corro pra ti

- Para direita, para esquerda...

- Estou apaixonado, quero me apaixonar

- Quero me desesperar por ti, quero perder o sono

- Restitui eu quero de volta... e por aí vai.

Mas a mais famosa você deve lembrar: “FAZ CHOVER, FAZ CHOVER”. Pois é, como disse o Pr. Renato vargens, nem um pajé pediu tanta chuva. Portanto querido, eis o problema, se você pede a Deus chuva é preciso especificar que tipo de chuva é essa, senão vai que dá uma enchente igualzinha a charge acima. Imagino o quanto essa canção foi (e ainda é) cantada nos domingos a noite pelo Brasil e penso: se Deus atendesse realmente ao que se pede? Só que tem gente que pede chuva pensando em benção, bens materiais, bem estar, prosperidade e esquece que no Evangelho genuíno, chuva de benção pode ser uma provação, uma doença pra glória de Deus, um livramento ou o tratar de Deus relacionado a correção. Portanto não vá na onda dos chavões dos hits gospel “da hora”, de repente chove granito, ou pior, vai que sem perceber você emenda com :“entra na minha casa, entra na minha vida”, pode ser que chova num dia o que é pra chover no mês todo.

A importância das pequenas coisas, que não se vêem.


Quando paramos para olhar as arvores grandes e imponentes, ou mesmo um pequeno e lindo jardim, não paramos para pensar, o que as sustentam e as mantém de pé? Porque estamos acostumados olhar para o grande, o belo, que esta diante dos nossos olhos, esquecemos que a parte mais importante na vida de uma arvore, é a que ninguém vê sua raiz. A raiz que retira do solo os nutrientes para sua vida, que a mantêm firme e inabalável quando vem os ventos e tempestades ao seu redor. A importância das coisas que não são vistas pelos outros, são nestas horas que fazemos as escolhas mais importantes, para nossa vida, pois acontece no secreto do quarto, ou mesmo nos solitários dias da semana quando não há pessoas intimas, pastor, igreja. É no secreto que o Senhor ver como em nenhum outro local da vida. Não nos enganemos. Precisamos urgente valorizar as pequenas coisas, pois é nelas que o Senhor  nos prova, sonda nosso coração, são nos ensaios muitas vezes cansativos, no compromisso de ir a casa do Senhor, com os horários, nas ofertas que pensamos ninguém ver (Jesus viu a viúva e sua oferta)parece coisas tão sem valor, mais creio eu é nesta hora e detalhes, que demonstramos e dizemos em atitude como é especial o amado do nosso coração, pois quem assim o faz, sabe o propósito de tudo que esta fazendo. É neste antes, quando ninguém ver a chave para a unção e visitação do Senhor em nossas vidas, reuniões e lugares solitários do dia a dia. É também no cotidiano de nossas correrias, quando um obrigado, por favor, desculpe-me, precisa de algo, Jesus te ama, revela aos outros como amamos e parecemos com o amado Jesus, e quando assim fazemos, em nós esta se formando um coração puro e simples como o Dele. 
Senhor ajude-nos, a cuidar de nossas raízes,
 para sermos fortes nas tempestades.
Ir. Antonio Junior

Procure um amante



Quando usamos a expressão “amantes”  passamos a observar na face de cada pessoa, o espanto, o riso ou até mesmo o corar de vergonha, por ser usada e posta de forma tão pejorativa.  Isso é amante: quando leio o livro do profeta Oséias no seu capitulo de número onze, eu me deparo com o maior amante de todos, eu me deparo com o próprio Deus dizendo: Está comovido em mim o meu coração, as minhas compaixões a uma se acendem. E você como você definiria amante? É muito complexo? Se bem que é algo que me apaixona logo pode ser chamado de amante, pode ser alguém do sexo oposto, também posso encontra- lo na música, na política,  no esporte, na comida, no trabalho enfim é “alguém” ou “algo” que nos faz “namorar” isso mesmo namorar a vida e assim sair do perigo de não querer “ir levando” E o que é "ir levando"? Ir levando é ter medo de viver. É o vigiar a forma como os outros vivem, é o se deixar dominar pela pressão, perambular por consultórios médicos, tomar remédios multicoloridos, afastar-se do que é gratificante, observar decepcionado cada ruga nova que o espelho mostra, é se aborrecer com o calor ou com o frio, com a umidade, com o sol ou com a chuva. Ir levando é adiar a possibilidade de desfrutar o hoje, fingindo e se contentar com a incerta e frágil ilusão de que talvez possamos realizar algo amanhã. Por favor, não se contente com "ir levando" procure um amante... "JOVENS PARA SE ESTAR SATISFEITO, ATIVO E SENTIR-SE JOVEM E FELIZ, É PRECISO NAMORAR A VIDA"


(Texto Adaptado)     Pr. Joseízo Laurentino 

Somos Petencostais?


Eu não sou Petencostalé lamentável entrar em algumas de nossas igrejas e perceber que ali não é mais pregado o Evangelho da Cruz. Ver que heresias como a Teologia da Prosperidade, Cair no Espírito, Unção do Riso, unção disso e daquilo é mais importante que a verdade que liberta! Com o surgimento das igrejas neo pentecostais o caso piorou. O misticismo e o sincretismo invadiram de forma avassaladora nossos arraiais e a busca é intensa, só por poder, poder e poder... Transformaram o sentido das coisas... Ser Pentecostal! O que seria isso? Eu sou de uma Igreja Pentecostal, felizmente não tão pentecostal como algumas por aí, onde as pessoas caem desacordadas no chão, correm atrás de anjos e saem fazendo aviãozinho (Isso de vez em quando acontece hahaha). Confesso que às vezes fico triste ao ver o pensamento de alguns "irmãos" sobre o que é ser um crente Pentecostal e Avivado! Avivamento virou sinônimo de descontrole emocional! O Evangelho foi deixado de lado há muito tempo em algumas igrejas e por isso a emoção tomou de conta, a RAZÃO não tem mais espaço e o culto deixou de ser algo consciente! Pra muita gente ser PENTECOSTAL é ser do Reteté... Caso seja, eu não sou Pentecostal! Se ser avivado é pular, gritar, imitar animais, correr desesperadamente na igreja atrás de anjos, rir sem parar, engatinhar no chão e fazer aviãozinho, eu chego a conclusão de que sou um crente gelado! As pessoas preferem ser vazias ao examinar as escrituras... É tão simples, a Bíblia está acessível a "todos". Mas é mais cômodo acreditar em tudo que se ouve na igreja ao ser um Crente Bereano.Eu prefiro ser "frio" ao ser um pentecostal vazio. Eu prefiro ser "gelado" ao ser um avivado sem amor. Se ser pentecostal é ser dominado pelas minhas emoções, é fazer e agir sem consciência e não ter conhecimento da verdade que liberta... Não, eu NÃO SOU PENTECOSTAL!
(Texto Adaptado) Pr. Joseízo Laurentino

Saber x Não saber


Querido, querida, você não tem a obrigação de saber tudo. Eu não entendo de montes de coisas. Quando dava aula em seminário teológico, meus alunos ficavam espantadíssimos porque às vezes me perguntavam coisas e eu respondia: "Eu não sei", pois todos os demais professores da escola davam respostas sobre tudo o que eles perguntavam. Obviamente, porque, quando não sabiam, para não passarem por ignorantes, inventavam ou davam opiniões, mas não sabiam de fato. "Professor, Adão tinha umbigo?". "Ah, claro, porque, veja bem, eu acho que...". E esse achismo é que mata. Já eu não cometia esse tipo de atrocidade à honestidade: "Professor, os loucos vão pro Céu?". "Eu não sei". "Professor, por que Deus cria pessoas que Ele já sabe que vão pro inferno?". "Eu não sei". "Professor, se o diabo não é onisciente e onipresente como ele tenta 7 bilhões de habitantes do planeta ao mesmo tempo". "Eu não sei"! Existem mais coisas que não sei, ou seja, para as quais não tenho respostas, do que as que eu sei explicar. Falta-me conhecimento em muitas áreas. O mesmo ocorre com você. O mesmo ocorre com pastores e teólogos famosos. E aí começa o problema.Pega mal para uma suposta autoridade não ter respostas na nossa cultura atual. Então o que ela faz? Inventa aquilo que mais lhe parece fazer sentido. No popular: entra pelo chutômetro.



(Texto Adaptado) Pr. Joseízo Laurentino

Crack: Realidade de um viciado.

"Só a morte pode me libertar, eu roubava pra sobreviver, ou melhor, pra manter o vício e não morrer, que dó...O vício tira a calma, a cabreragem me acelera. O demônio rouba a alma, o inferno me seqüestra. "Chega, ao ponto que eu cheguei é lamentável, estado físico inacreditável. Eu sinto crise, eu sinto convulsão, é muito triste o meu estado sangue bom. 30 quilos mais magro, o resultado é pura essência do veneno "Eu preferia estar falando de amor, alando das crianças e não da minha dor, mas eu sou o espelho da agonia de um homem, sem identidade, caráter, sem nome. Morava com a minha mãe, me lembro da minha mina feliz: Cheirava comigo sem parar 2 loucos 24 horas no ar. Parei com estudo, perdi até o trampo, ganhei o mundo e uma desilusão e tanto. Perdi a minha própria mãe, que trauma! Morreu de desgosto por minha causa.“Espero que a minha história sirva de exemplo, Pra quem tá começando, parceiro como eu comecei, Que se afaste das drogas enquanto é tempo, pra não provar do veneno que eu provei. É embaçado sangue bom, vai por mim tudo nesta vida tem um fim. São 2 da manhã, faz chuva. Eu vou orar pela minha alma e pela sua, É madrugada faz chuva, Eu vou orar pela minha alma e pela sua…” pois a droga consume tudo o que a pessoa tem, como explícito na letra da música Depoimento de um Viciado, da banda de rap Realidade Cruel."

Quando a reunião acabar, o Culto continua, através do amor e a compaixão pelas vidas.


Quando o culto acabar, meus irmãos, não vão embora da igreja como quem sai de um teatro. Em minha opinião, esse é o momento mais importante do culto. Deus manda amá-lo sobre todas as coisas (o que exprimimos durante o culto na adoração, na oração e na ceia) e ao próximo como a nós mesmo. E é na hora em que o culto acaba que pomos essa parte do mandamento em prática. Olhe em volta. Enxergue as pessoas. Repare que há algumas que permanecem sentadas, sem forças de levantar. Vá até aquela quem tem a infelicidade estampada no olhar e converse com ela. Pergunte se estar tudo bem. Se pode ajuda-la. Doe o seu tempo. Seja o Cristo que ela não vê. Procure em especial aquelas que se sentam nas ultimas fileiras do santuário. Dê-lhes amor! Espere, talvez você esteja lendo com pressa, então escrevo de novo: Dê-lhes amor... Amor em forma de ouvir com paciência e interesse em sua história de vida. De saber o nome do filho que morreu no acidente de moto. De ouvir o  desabafo da mulher que chega em casa e tem que dormir com o marido que não ama. De chorar com o portador de HIV que está com falta de ar. De abraçar o solitário. Conte histórias de restauração promovidas por Jesus. Fortaleça a fé do desesperançado. Faça algo!
Pr. Joseízo Laurentino

JNI Sonho Meu; Marcando sua geração.

       Estamos no século 21 já faz tempo, há uma mudança constante de valores e sabores, passamos a viver com o que gostamos e descartando aquilo que não está muito para o nosso paladar espiritual, se bem que descartar o pecado para nós cristãos é regra sim , passando pela história volto para os meados dos anos 60, onde o Brasil viveu a triste e atídica revolução , e porque não dizer golpe militar, onde nossos jovens foram as ruas correr apanhar e até morrer em nome da liberdade desse país, as guitarras elétricas invadiam nosso país, uma juventude para cima e para frente. As meninas revolucionaram, elas tinham as mini-saias, isso era anos 60, hippies ditavam a moda, o que restou disso tudo foi apenas recordações de uma mistura de doce e amargo, dor e euforia, lembranças que se foram, marcas que fizeram uma juventude muito fraca e sem fundamentos.
       Hoje temos a liberdade de um evangelho que só liberta, só cura, só salva hoje como na década de 60, Deus já existia , queremos sim, fazer uma revolução mais de vida, com transformações de almas e caráter maduro em Cristo, no líder maior, mas a revolução que queremos é em nome de Cristo transformando nossas vidas e fazendo a nossa JNI um grupo se não perfeito, porém saudável, avante jovens guerreiros, 2012 estar ai para ser conquistado para Cristo e por Cristo.
                                                                                                                              PR. Joseízo Laurentino
Podemos passar inúmeras dificuldades, e ter de batalhar muito para alcançar certos objetivos e, ainda assim, morrermos na praia. Podemos deixarmo-nos consumir pelo trabalho, e perder noites de sono ou deixar de passar finais de semana com a família apenas por que temos extrema necessidade de conseguir recursos para mantermos uma vida digna, ou amargarmos um período obscuro de desemprego. Podemos assistir a injustiça bater à nossa porta e perceber, infelizmente, que em algumas ocasiões não há absolutamente nada a fazer. Podemos chorar com o coração partido a perda da pessoa amada ou de um ente querido. Podemos, por tanta coisa negativa que aconteça, julgarmos que tudo sempre dar errado conosco e maldizermos nossa sorte. Depois de tudo isto até podemos deixar passar pela cabeça a estúpida idéia de fazer uma grande besteira consigo mesmo, desde que seja exatamente assim:que tal ideia passe – e nunca mais volte, por que a Vida é Superação! Nós não nascemos andando, não nascemos falando, nem pensando tanta bobagem - e o que não podemos em hipótese alguma é perdermos o ânimo, o espírito, e nossa capacidade de amar, de se superar e de viver!



Assim fixamos os olhos, não naquilo que se vê mais no que não se vê,
pois o que se vê é transitório, mais o que não se vê é eterno.  
2Coríntios 4:18